João Roma disse que “não adiantaria” neste momento a chegada de dez homens do país vizinho

O ministro da Cidadania, João Roma, justificou a negativa do governo federal em receber ajuda humanitária da Argentina às vítimas das enchentes na Bahia. Ele disse que “não adiantaria” neste momento a chegada de dez homens do país vizinho.

A Argentina enviaria uma missão com profissionais especializados nas áreas de água, saneamento, logística e apoio psicossocial para vítimas de desastres. 

Roma citou que o resgate das vítimas foi coberto pelo Corpo de Bombeiros, pela Força Nacional e por tropas de outros estados. O que ajudaria nesta fase agora, segundo ele, seriam outros tipos de iniciativas, como a reconstrução de casas e o acolhimento de pessoas.

O ministro exemplificou que o governo japonês deve ajudar enviando barracas para abrigar parte das pessoas que perderam tudo por causa dos temporais. Até o momento, já são 24 mortes confirmadas e 141 municípios baianos prejudicados pelas enchentes.

Bnews

Please follow and like us: