No ano que antecede a eleição, os presidenciáveis já sonham com o vice ideal para suas chapas.

Não são necessariamente nomes, mas perfis com características que buscam, essencialmente, preencher lacunas dos próprios candidatos.

Bolsonaro não quer repetir Hamilton Mourão (PRTB) como candidato a vice em 2022, pois Bolsonaro tem mantido uma espécie de guerra fria com Mourão, após um assessor do vice, em mensagem que acabou vazando, sugerir impeachment do Presidente.

O ex presidente Lula busca um nome ligado ao setor produtivo que seja bem visto pelo mercado financeiro.

Os nomes dos empresários Luiza Trajano do grupo Magazine Luiza e Josué Gomes, filho do saudoso José Alencar, que foi vice de Lula, chegaram a ser especulados por petistas. Mas a avaliação é de que um projeto eleitoral para 2022 não está no radar de nenhum dos dois.

O Globo