IPIRÁ: Relatório do CRF-BA revela ausência de profissionais farmacêuticos em diversos estabelecimentos de Ipirá, prejudicando a supervisão adequada e o acesso seguro aos medicamentos

Durante este mês de Janeiro, o CRF-BA realizou 16 inspeções e identificou ausência de profissionais farmacêuticos, revelando desafios na assistência farmacêutica de Ipirá.

Por exemplo: a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que está em reforma, atua como anexo ao Hospital Municipal. A Unidade Básica de Saúde I, embora atenda à saúde da mulher, não realiza dispensação de medicamentos ao público. Nas demais unidades, a entrega é feita por técnicos sem supervisão farmacêutica, com salas inadequadas, climatização precária e sinais de mofo.

A divulgação dessas informações visa sensibilizar a gestão municipal de Ipirá a tomar providências para melhorar a assistência farmacêutica, vital para os serviços de saúde à população.

ASCOM do CRF-BA