O governador Rui Costa (PT) disse, durante um encontro do seu partido que marca o Programa de Governo Participativo realizado na manhã deste sábado (14), que “não faz sentido suspender as coisas” no estado em decorrência do novo coronavírus pelo mundo.

O petista justificou a sua fala ao dizer que, na Bahia, ainda não houve “circulação comunitária do vírus”. A transmissão comunitária ocorre quando não é possível rastrear a origem da infecção.

“Acho que esse tema você não pode nem deixar de tomar as medidas necessárias na hora correta e nem provocar pânico sem sentido na população. Eventos como festa de micareta, de carnaval ou festas que tenham um contato muito próximo não são recomendados neste momento”, afirmou Rui, à imprensa.

“Agora também não faz sentido suspender as coisas porque nós não temos ainda na Bahia a circulação, como eles chamam, comunitária do vírus”, acrescentou.

Conforme apurado pelo site Política Livre, a Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) pretende adotar medidas para restringir o número de pessoas que circulam pela Casa diariamente.

Já a Câmara Municipal de Salvador (CMS) poderá adiar, por exemplo, a votação da reforma da Previdência da capital baiana.

Nesta semana, a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) confirmou sete casos da doença no estado, quatro em Feira de Santana e três em Salvador.

Fonte: Política Livre 

Sorry! The Author has not filled his profile.
follow me
×
Sorry! The Author has not filled his profile.
follow me
Latest Posts